segunda-feira, 20 de abril de 2020

Hospital de Tutoia passa por turbulência, fontes revelam que até o básico esta faltando



Fontes repassaram ao blog que o Hospital Municipal Lucas Veras infelizmente está passando por uma crise, com falta de materiais de grande importância a segurança e prevenção de saúde dos pacientes e profissionais da saúde que ali atendem e são atendidos.
As fontes anônimas informaram sobre a falta de luvas, mascaras e EPIs, que são materiais de extrema necessidade, o básico a ser usado em um centro de saúde.
Recebemos também a informação de que desde março médicos recém formados foram contratados e atuam no Hospital sem a experiencia necessária para resolver problemas simples que poderiam evitar transferências para hospitais regionais de outras cidade e estado, existe relatos de transferência para realização de curativo em dedo cortado.

Tutoia atualmente vive a tenção causada pela crise da pandemia do coronavírus que já se manifestou nas cidades de Barreirinhas, Chapadinha e Parnaíba. O medo de que a doença infecto contagiosa chegue em nosso município, onde não temos hospital com estrutura para lhe dar com esta situação e com a gestão da saúde do município está passando por grave crise administrativa no momento que se permite chegar ao ponto de faltar o BÁSICO no único hospital da cidade, é extremamente preocupante.
Dos R$ 20,1 milhões repassados pelo Governo Federal para os Estado e Municípios, Tutoia recebeu R$ 134.200,80 (centro e trinta e quatro mil duzentos reais e oitenta centavos) para ajudar no combate ao coronavírus (covid-19). Até o momento a Prefeitura não informou onde esse recurso foi aplicado no objetivo de combater a ameaça da doença.
O que nos resta é horar a Deus, porque a situação é preocupante. Acredito que nem vala a pena mencionar que o prefeito Romildo foi eleito sobre o discurso da melhoria da saúde que era um lixo na gestão do ex-prefeito diringa e que até o momento não está lá essas coisas na atual gestão.

O Blog do Humberto Ruy informa que para preservar a integridade e evitar perseguições políticas de suas fontes, seus nomes serão mantidos em sigilo.

Um comentário: