sábado, 10 de fevereiro de 2018

Sarney Filho fecha com Victor Mendes para federal e relaxa Edilázio Júnior

De olhos nos votos da família Filuca Mendes, ex-prefeito de Pinheiro, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, retirou primeiro o projeto do filho, Adriano Sarney, de disputar o cargo de deputado federal e deixou na rua da amargura o deputado estadual Edilázio Júnior, parente indireto, que já anunciou que quer uma vaga na Câmara federal. Abriu a crise na família.



Elogiado pelo ex-presidente da República, e ex-senador José Sarney, Edilázio era visto como uma esperança da família Sarney pelo talento e inteligência. Não durou muito, aflorou o filhismo na família e o atual ministro fez o

filho ,deputado estadual, Adriano Sarney.

Agora, em 2018, esqueceram o talento e a inteligência de Edilázio para apostar tudo no projeto pessoal de Sarney Filho de ser senador da República. E abortaram a candidatura de Adriano Sarney para a Câmara Federal. Então, o apoio iria para Edilázio, genro da desembargadora Nelma Sarney e de Ronald Sarney.

Qual nada: Sarney Filho, em nome do projeto pessoal, esqueceu do parente indireto e decidiu apoiar Victor Mendes para a reeleição de deputado federal em toda a Baixada Maranhense.

São coisas da política. Ou é assim que a política funciona.

Via Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário