domingo, 10 de dezembro de 2017

Carlos Brandão irá deixar o PSDB

O Imparcial – O vice-governador e presidente estadual do PSDB, Carlos Brandão, jogou a toalha. Anunciou que não lutará mais pela direção do partido no Maranhão. E em alguns dias anunciará sua liação em uma nova legenda.

Com isso, o caminho está livre para o senador Roberto Rocha, que provavelmente
assumirá a direção do ninho tucano estadual e terá como braço direito o ex-prefeito de
Imperatriz, Sebastião Madeira. Ambos lutaram (e conseguiram)tomar a direção do
partido, mesmo que ainda não oficialmente, por meio de polêmica intervenção da cúpula nacional.

Hoje é o dia da convenção nacional dos tucanos, em Brasília. Dia em que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se consolidará como presidenciável e terá total  comando sobre o novo mandatário da legenda. No Maranhão, Rocha e Madeira são os aliados de primeira hora e tomarão, oficialmente, as rédeas do partido. O objetivo é ter Rocha candidato ao governo contra Flávio Dino e, quem sabe, com Sebastião Madeira candidato ao Senado.

Brandão explicou em sua conta no Facebook a decisão de não seguir com os tucanos.
“Decidi por não continuar seguindo no Maranhão os caminhos que escolhemos seguir.
Resolvo reavaliar minha permanência como filiado ao partido”, disse.“Entendo que o
PSDB nacional não queira proximidade com nenhum partido de esquerda. Respeito essa avaliação, muito embora considere que a situação no Maranhão seja diferente”, avaliou.

O gesto mostra que Brandão, neste momento, optou por engrossar as fileiras políticas que apoiam o projeto do governador Flávio Dino. Se comporta como um bom soldado e um aliado confiável.“Chegamos a conclusão que o que mais importa não é continuar a batalha desgastante pela direção do partido. É ter clareza para tomar uma decisão serena, conciliadora e com visão de futuro, para o bem do Maranhão”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário