sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Em Tutoia, atraso de pagamento dos transportes escolares podem causar paralisação geral da frota

Foto: Blog do Antônio Amaral
No município de Tutóia a insatisfação dos proprietários de transportes escolares vem crescendo cada vez mais, tem em vista que os mesmos se queixam de que a Prefeitura não consegue fazer o repasse integral para os prestadores de serviços, o que implica em até três meses de salários atrasados para muitos desses pais de famílias que necessitam da sua renda pelo trabalho executado para viver com dignidade, pagar suas contas, fazer suas compras de produtos, mercado, etc...

Foi repassado para o titular deste blog que algumas linhas importantes já paralisaram por não conseguirem suportar o peso que é trabalhar sem receber. Tendo em vista que os transportes consomem combustível dísel e gasolina, que vem aumentando de preço em meio a crise que o nosso país vem passando, manutenção e compra de peças que na maioria das vezes são caras.

Enquanto isso, quem se prejudica é as famílias dos proprietários de transportes alugados para prestação de serviço na educação de Tutóia e os alunos que moram longe e devido as paralisações tem que caminhar por quilômetros ou pagar do próprio bolso a ida e volta de casa para a escola.

Tutóia merece respeito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário