terça-feira, 17 de outubro de 2017

Professores de Tutoia foram as ruas reivindicar ao puder público a regularização de salários atrasados

Professores de Tutoia foram as ruas no centro da cidade em busca da garantia dos seus direitos por meio de protesto, a categoria reivindica ao governo municipal de Tutoia e ao Ministério Público o pagamento integral de seus proventos e mais respeito com os mesmos, tendo em vista serem os profissionais mais importantes do mundo.

Nosso blog esteve na manifestação e fez a cobertura do evento pacifico organizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Tutóia (Sinsputsampan), na manhã desta segunda-feira (16/10), em total apoio aos professores nos unimos a caminhada.

Os professores alegam que o governo não tem planejamento na gestão, pois os recursos que entraram desde o início do ano até esta data,  é suficiente para manter os salários em dias. Eles ainda  fazem as seguintes indagações: "DE que forma esse dinheiro está sendo aplicado?".

Entenda o caso: Essa é a segunda manifestação da classe educadora por causa de atraso de salário, hoje é 17/10 e os professores receberam apenas metade de sua renumeração. Causando indignação aos profissionais e muitas criticas contra o prefeito nas redes sociais, e de ante dessa situação,  o prefeito fez uma proposta aos professores que seria de depositar mais 25% dos seus proventos. Tal proposta foi rejeitada, uma vez que os profissionais da educação se sentiram humilhados e afrontados pelo tratamento que o poder público está dando a eles, pois houve a oportunidade de ser depositado os 75% de uma vez, e, mesmo assim, não foi feito. Apenas 50% foi creditado nas contas dos profissionais.

Ainda na tarde de ontem (16),os professores foram até o Ministério Público de Tutóia com o objetivo de saber como está o pedido de investigação sobre o atraso de salários.

Os professores pedem a compreensão dos pais e alunos neste momento de dificuldade e convida e pedi o apoio de todos pela causa.  

Por fim, foi decido que os professores irão entrar em greve. E está sendo organizada.  Documentos estão sendo preparados para que ocorra tudo dentro da legalidade. E a intenção dos professores é de retornar aos seus postos de  trabalhos quando o salário for pago por completo.

Veja imagens da manifestação desta segunda-feira (Foto: Rayna Galvão):







Texto e adaptações: Humberto Ruy com informações do blog do Ariston Caldas

Nenhum comentário:

Postar um comentário