quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Policia Civil, Militar e Conselho Tutelar de Tutóia se unem contra a explorações de crianças e adolescentes

Em reunião na delegacia de polícia civil de Tutóia, entre o delegado Rubéns, Conselheiro Tutelar Alexandro, Conselheiro Tutelar Adriel e o Sargento da Polícia Militar Marivaldo foi definido um forte trabalho de orientação e combate para se evitar a venda de bebidas alcoólicas para menores de idade, bem como evitar outros crimes envolvendo crianças e adolescentes.

A determinação está amparada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente e vai a força tarefa vai trabalhar para que seja cumprida a proibição de vender, oferecer, fornecer, entregar ou permitir o consumo de bebidas alcoólicas por crianças e adolescentes. Desta forma, quem for flagrado descumprindo a lei sofrerá as penalidades cabíveis.

O delegado Dr Rubéns também falou acerca de uma festa que está circulando nas redes sociais com o nome de "NOITE DO RABETÃO", segundo o delegado não foi emitido licença para essa festa e que devido a repercussão negativa da mesma nas redes sociais, abriu inquérito para descobrir quem são os responsáveis pela mesma e que no caso de comprovado o crime de apologia ao sexo e a venda de bebidas alcoólica para menores de idade responderão criminalmente.

O Sargento Marivaldo falou que a polícia militar juntamente com os órgãos de proteção estão alinhados para coibir esse tipo de crime na cidade.

Já o conselheiro tutelar Adriel classificou como absurdo esse tipo de evento e focou que como Conselheiro Tutelar vai fiscalizar não somente esse evento, mais todos onde haja suspeita de violação do direito das crianças e adolescentes.

O conselheiro Alexandro disse que a venda de bebida alcoólica e a prostituição infantil tem sido uma das principais bandeiras do conselho tutelar de Tutóia e que permanecerá trabalhando incansavelmente para coibir essas práticas criminosas.

O blog se coloca a disposição para ouvir a versão dos realizadores desse evento.

Fonte: Blog Notícia em Cena

Nenhum comentário:

Postar um comentário