Olá, entre em contato com a redação do blog através do e-mail: humbertoruy@gmail.com

ROBERTO ROCHA CADA VEZ MAIS SEM ESPAÇO NO PSB

Senador “Asa”, sem ambiente no PSB, está a casinho da aporta da rua
A perfeita harmonia entre os dirigentes estaduais e municipais do PSB deixou Roberto Rocha, o “Asa de Avião”, sem espaço para permanecer no partido. A atitude inédita dos socialistas pedirem para deixar a legenda um senador em pleno exercício do mandato revela a falta de ambiente deste político maranhense considerado traíra, gerado no ventre da oligarquia Sarney, na legenda que o abrigou e agora lhe apresenta a porta da rua como serventia da casa.

Luciano Leitoa, prefeito de Timon e muito ligado à direção nacional do PSB tem tido um papel fundamental na luta para evitar que o senador, com a ajuda do vice-governador de São Paulo, Márcio França, se aproprie da sigla e a coloque a serviço da oligarquia Sarney e de Michel Temer, a quem Rocha obedece cegamente, ao ponto de trair as recomendações da executiva nacional e votar contra o prosseguimento da investigação de Temer no Supremo Tribunal Federal e a favor de reforma trabalhista.

Leitoa tem sido um gigante no enfrentamento interno desta questão que envolve os rumos dos socialistas maranhenses na sucessão estadual de 2018. Tanto ele, como o presidente do diretório municipal de São Luís, Bira do Pindaré, defendem o partido no palanque de Flávio Dino, enquanto Rocha tem como objetivo servir de linha auxiliar do representante da oligarquia Sarney, atuando como “laranja” de Roseana. E sua principal tarefa será agredir o governador que o elegeu.

Rocha, segundo revelou em entrevista à Rádio Educadora semana passada, conta com uma improvável vitória de Márcio França para se apropriar da legenda no Maranhão e tirar o PSB do palanque de Flávio Dino. Só esqueceu de dizer que o PSB nasceu em Pernambuco, onde seus dirigentes possuem controle total da legenda e deverão permanecer no comando da executiva, que deseja qualquer coisa na sucessão de 2018, menos Roberto Rocha candidato laranja da oligarquia Sarney.

O senador “Asa de Avião”, com ficou conhecido ao tentar se nivelar ao governador Flávio Dino, já havia sofrido uma enorme humilhação ao vê o filho Roberto Rocha Júnior ser destituído da presidência da Comissão Provisória Municipal de São Luís e ainda tendo que engolir a nomeação do desafeto militante de esquerda e deputada estadual Bira do Pindaré, que acaba se eleger, por aclamação, presidente do diretório municipal e jogado um pá de cal nas pretensões de Rocha voltar a comanda a legenda na capital.

Luciano Leitoa e Bira do Pindaré merecem o PSB porque são militantes de esquerda e socialistas autênticos, já Roberto Rocha não passa de um playboy travestido de socialista que se aproximou da oposição a oligarquia com um punhal na mão pronto para desferir no governador que lhe deu o mandato de mão beijada. E tudo isso por pura inveja ou recalque.

Fonte: Jorge Vieira