Olá, entre em contato com a redação do blog através do e-mail: humbertoruy@gmail.com

CASA DE BANQUETES EXTRAVAGANTES DOS SARNEY É TRANSFORMADA EM CENTRO DE TRATAMENTO PARA CRIANÇAS


O governador Flávio Dino (PCdoB) derruba hoje mais um símbolo da extravagância do dinheiro público nos governos da oligarquia Sarney. A Casa de Veraneio, onde Roseana e sua trupe se deliciavam com lagostas, camarões, bacalhau importado, patinhas de caranguejo, caviar, vinhos caríssimos e bebidas importadas de um modo geral, tudo às custas do povo, foi transformada em Casa de Apoio do Projeto Ninar.

A Casa ficou famosa pelos banquetes luxuosos com que os ex-governadores ligados à oligarquia recebiam seus aliados políticos e convidados. Era lá que Roseana ciceroneava a turma do puxa e oferecia o que existe e melhor e mais caro na gastronomia do país, a exemplo do que fazia no camarote de dois andares que construía durante os festejos juninos no antigo Arraial da Lagoa, também bancado pelos contribuintes.

A partir de hoje, o que representava o símbolo da gastança desenfreada e desperdício do dinheiro público passará a ter finalidade social. No local onde funcionou a antiga Casa de Veraneio será inaugurado a Casa de Apoio do Projeto Ninar, que acolherá crianças diagnosticadas com microcefalia e outras doenças neurológicas que demandem acompanhamento para a reabilitação.

Ao inaugurar o novo espaço para tratamento de crianças, o Governo do Maranhão dá um largo passo para acabar com gastos desnecessários e dotar o Estado de uma instituição capaz de atender crianças que precisam de tratamento especial. Farra com dinheiro público jamais, só lembranças dos sarneisistas que usavam a casa para farrear.

A Casa está localizada numa área privilegiadíssima e era intenção do governador Flávio Dino vende-la para aplicar os recursos em projetos sociais, mas acabou usando o imóvel para criar a Casa de Apoio Ninar, um projeto que certamente vai beneficiar milhares de crianças precisando de tratamento e de acompanhamento familiar.

FONTE: BLOG DO JORGE VIEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário