Olá, entre em contato com a redação do blog através do e-mail: humbertoruy@gmail.com

Não há mais como conciliar Roberto Rocha e Flávio Dino


Não há mais qualquer possibilidade de reconciliação entre o senador Roberto Rocha (PSB) e o governador Flávio Dino e seus liderados do PCdoB. A gota dágua foi um texto em Rocha transforma os comunistas maranhenses em “burros”, “mentirosos” e “corruptos”, num dos ataques mais virulentos de ex-aliado que se tem notícia nos últimos tempos.

A repercussão no Palácio dos leões foi forte e serviu de argumento definitivo para que Roberto Rocha seja banido de qualquer espaço que ainda possa ocupar no Governo do Estado. Roberto Rocha, que também foi espezinhado por aliados do governador, decidiu romper com o grupo e construir uma terceira via, de modo que lhe seja possível escolher seus parceiros para as eleições do ano que vem, nas quais ele será candidato a governador.

Na sua posição atual, o senador maranhense está à vontade para se posicionar no tabuleiro político maranhense como um segmento que está aberto a alianças, desde que a condição não seja abrir mão da sua pré-candidatura a governador. E como o reatamento com Flávio Dino parece fora de cogitação, Rocha só tem dois caminhos: manter sua candidatura como terceira via mesmo ou negociar uma aliança com o Grupo Sarney.

Kiel Martins