Olá, entre em contato com a redação do blog através do e-mail: humbertoruy@gmail.com

Morre Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula, aos 66 anos em SP

Foi confirmada a morte ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos, esposa do ex-presidente Lula, no fim da tarde desta sexta-feira (03/02), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O protocolo oficial para constatar a morte cerebral foi realizado duas vezes, umas às 12h05 e o segundo, às 18h05. O óbito foi constatado às 18h57, segundo boletim médico.Ela estava internada na unidade de terapia intensiva (UTI) desde o dia 24 de janeiro, após sofrer um acidente vascular cerebral(AVC) hemorrágico.
A assessoria do ex-presidente Lula já havia comunicado através do Facebook que a família autorizou os procedimentos preparativos para a doação dos órgãos.
Na quinta, de acordo com um boletim médico, foi realizado um doppler transcraniano que identificou a ausência de fluxo cerebral na paciente. Diante do resultado e com autorização da família, foram iniciados os procedimentos preparativos para a doação de órgãos. Marisa foi acompanhada pelas equipes coordenadas pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.
FAMÍLIA HAVIA AGRADECIDO O APOIO
Nas redes sociais a assessoria de Lula postou um agradecimento: "A família Lula da Silva agradece todas as manifestações de carinho e solidariedade recebidas nesses últimos 10 dias pela recuperação da ex-primeira-dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva".

1.png

AVC CAUSOU INTERNAÇÃO
Marisa teve o AVC em sua casa, em São Bernardo do Campo (SP), causado por um aneurisma cerebral. Ela foi encaminhada imediatamente para o Hospital Assunção, no ABC Paulista, e depois foi levada para o Hospital Sírio Libanês, na capital paulista.

Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Acompanhe o caso:
Após sofrer 'AVC' Marisa Letícia tem pressão intracraniana controlada
Marisa Letícia segue sedada, com quadro de saúde estável
Marisa Letícia segue na UTI com 'condições clínicas inalteradas'
Marisa Letícia reage a estímulos, mas quadro ainda é grave
Estado de saúde de Marisa Letícia se agrava
Estado de saúde de Marisa Letícia é gravíssimo e irreversível, afirma site
Marisa Letícia tem morte cerebral e Lula já autorizou doação de órgãos
MARISA LETÍCIA LULA DA SILVANascida Marisa Letícia Rocco Casa, em São Bernardo do Campo, no dia 7 de abril de 1950, foi de filha de Antônio João Casa e Regina Rocco, nasceu numa família de imigrantes italianos de origem agrícola. Morou com os dez irmãos no sítio dos Casa até os cinco anos de idade.
Em 1955, Marisa e sua família mudaram-se para o centro de São Bernardo do Campo, região do Grande ABC, em São Paulo. Aos treze anos de idade, com a autorização do pai, Marisa começou a trabalhar na fábrica de chocolates Dulcora, como embaladora de bombons. Permaneceu nesta até os dezenove anos de idade, quando se casou com o taxista Marcos Cláudio e deu à luz seu primeiro filho, Marcos. Seis meses após o casamento, ainda grávida, Marisa perdeu o marido, assassinado a tiros.
Mais tarde, em 1973, trabalhou como inspetora de alunos em um colégio estadual. Neste mesmo ano, já viúva, conheceu Lula no Sindicato dos Metalúrgicos de sua cidade natal. Os dois se casaram sete meses depois. O relacionamento de mais de trinta anos gerou três filhos: Fábio, Sandro e Luís Cláudio. Marisa tem ainda uma enteada, Lurian, filha de Lula e sua ex-namorada Miriam Cordeiro.
Em 1980, quando Lula e diversos sindicalistas estavam presos devido às greves, liderou a Passeata das Mulheres, em protesto pela liberdade dos sindicalistas.

1984.jpg

Foi Marisa quem cortou e costurou a primeira bandeira do Partido dos Trabalhadores, quando este foi fundado em 10 de fevereiro de 1980. Participou ativamente no início das atividades do partido, ajudando a criar núcleos e a estampar camisetas. Com a intervenção do governo federal no sindicato em abril do mesmo ano, Lula e outros sindicalistas foram presos, e as reuniões eram realizadas ilegalmente em sua casa.
Durante as disputas eleitorais de 1982, 1986, 1994 e 1998, nas quais Lula se candidatou, Marisa dedicou-se aos filhos, à casa e às campanhas. Em 2002, entretanto, com os filhos já adultos, pôde se dedicar exclusivamente à campanha do marido.
cats.jpg
Em 1º de janeiro de 2003, Marisa Letícia tornou-se a primeira-dama do Brasil. Em outubro daquele mesmo ano, recebeu a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Real, durante visita do rei Haroldo V e da rainha Sônia da Noruega. A 23 de Julho de 2003 foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade e a 5 de Março de 2008 com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo.[4] Nos oito anos como primeira-dama do Brasil, Marisa Letícia não participou ativamente de nenhum projeto, fato duramente criticado pela oposição. Tradicionalmente a primeira-dama realiza projetos sociais, em paralelo as ações oficiais.
No primeiro turno das eleições de 2006, Marisa não deu tanto apoio a Lula quanto nas eleições anteriores. Assim como o marido, acreditava que a disputa seria resolvida no primeiro turno. Entretanto, com a disputa encaminhada para segundo turno, Marisa começou a participar mais ativamente da campanha, mantendo uma agenda própria e realizando caminhadas sozinha em prol do marido em Brasília e em Goiânia.
Reprodução Facebook
Reprodução Facebook
Marisa não encabeçou projetos sociais, função comum às primeiras-damas anteriores, e deixava os holofotes para o marido. Mas durante as corridas presidenciais participava, junto com ele, de comícios, passeatas e outros compromissos de campanha. Em 2011, incentivou Lula a realizar os exames que descobririam um câncer na laringe. Foi Marisa que cortou os cabelos e a barba do marido, antecipando os efeitos dato tratamento.
A ex-primeira dama viu seu nome envolvido nas investigações da Operação Lava Jato. Tornou-se ré nas investigações após a Justiça acatar a denúncia do Ministério Público Federal contra ela e Lula no caso do triplex no Guarujá (SP). Mesmo aceitando a denúncia, o juiz Sérgio Moro “lamentou” as acusações envolvendo Marisa Letícia. Segundo o juiz, há dúvidas se a esposa de Lula tinha conhecimento dos supostos crimes envolvendo acertos de propina no esquema da Petrobras.
Blog do Pessoa

Nenhum comentário:

Postar um comentário