Olá, entre em contato com a redação do blog através do e-mail: humbertoruy@gmail.com

Empresa alvo da PF no Piauí fatura milhões na saúde do governo Flávio Dino

Governador do Maranhão e a sede da empresa Distrimed
A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), órgão ligado à gestão estadual e que tem como presidente Ianik Rafaela Lima Leal, está fazendo uma verdadeira “farra” de contratos milionários.
O Blog teve acesso aos acordos contratuais e verificou que uma das empresas contratadas pela EMSERH, a Distrimed Comércio e Representações Ltda, de propriedade de Mário Dias Ribeiro Neto e Luiz Carvalho dos Santos, que fica localizada no bairro Pirraça, em Teresina (PI), já esteve envolvida em um esquema criminoso que desviou R$ 7 milhões dos cofres públicos do Piauí. A organização foi desarticulada pela Polícia Federal durante a operação Gangrena.
À época, a PF identificou que quatro empresas ganhavam constantemente as licitações em preços por lotes e, ao entregar os medicamentos cobravam por um item com um preço muito maiores e ao mesmo tempo que aumentavam os valores, os remédios faltavam nos hospitais.
A Distrimed, apesar de ser investigada, tem faturado milhões no governo Flávio Dino. De acordo com documentos, a empresa de medicamentos foi contemplada com três acordos contratuais que somam R$ 2.409.579,36 milhões.
Os objetos dos contratos referem-se a obtenção de materiais odontológicos e médicos hospitalares para atender as Unidades de Saúde administradas pela Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares – EMSERH.
A partir dessas informações, a Polícia Federal deve continuar as investigações acerca do governo do Maranhão, inclusive, trabalhando com a tese das indicações de políticos para cargos na área da saúde (relembre o caso).
Neto Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário